Notícias
Acompanhe novidades e notícias da BPG Consultores e Barreto e Silva Advogados

Liminar permite exclusão de benefício fiscal de ICMS do IRPJ e CSLL
20 de Fevereiro de 2020

Um contribuinte de Porto Alegre conseguiu uma espécie de liminar (antecipação de tutela) para excluir um benefício fiscal de ICMS — que adia o pagamento do tributo estadual — da base de cálculo do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)

 

A decisão é interessante pois, normalmente, o que se busca no Judiciário é a exclusão dos créditos presumidos de ICMS. “Nessa liminar, conseguimos excluir o diferimento, que passa despercebido por muitas empresas”, diz o advogado

responsável pelo processo, Rafael Machado Simões Pires.

O diferimento do ICMS ocorre quando se adia o pagamento do tributo para etapa posterior à ocorrência do fato gerador da obrigação tributária.

Legislação complexa leva contribuintes e Receita a travar disputas inusitadas
20 de Fevereiro de 2020

Por Beatriz Olivon — De Brasília

 

Enquanto a reforma tributária não deslancha no Congresso Nacional, contribuintes e Receita Federal continuam a travar batalhas milionárias - ou às vezes bilionárias - para

interpretar a complexa legislação brasileira. No Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), a Nivea e a Crocs discutem, por exemplo, uma questão simples e

inusitada: que tipo de produtos fabricam.

 

Os conselheiros analisam se os produtos da fabricante de cosméticos - entre eles o Nivea Milk - são hidratantes ou desodorantes. No caso da Crocs, se pode ser enquadrada como sandália de borracha ou sapato impermeável, uma discussão de R$ 33,1 milhões. O tema não é tão corriqueiro, mas há um precedente da Câmara Superior - última instância do Carf. Em 2018, manteve-se uma cobrança de IPI por considerar que dois produtos do Laboratórios Stiefel eram hidratantes, apesar de possuírem filtro solar.

PGFN convida contribuintes a aderir a acordo para liquidação de dívidas
20 de Fevereiro de 2020

Contribuintes pessoa física com inscrição em dívida ativa da União, com anotação de suspensão por decisão judicial há mais de dez anos, e aqueles com inscrição há mais de 15 anos, sem anotação atual de parcelamento, garantia ou suspensão por decisão judicial, poderão aderir ao Acordo de Transação por Adesão, que oferece desconto de até 70% para pagamento em parcela única ou prazo até cem meses, dependendo do caso. A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) enviou nesta segunda-feira (17/2) mensagem via SMS para os contribuintes aptos ao acordo, cujos números de telefone estão cadastrados na base de dados da Receita Federal. O número remetente é 28079.

 

No caso de débitos previdenciários, o prazo máximo é de 60 meses, devido a limitações constitucionais. O valor mínimo das prestações de qualquer modalidade prevista deverá ser de R$ 100 para pessoas físicas, microempresas e empresas de pequeno porte, e R$ 500 para as demais pessoas jurídicas.

 

Ler todas as Notícias
O Escritório
Conheça a BPG Consultores e a Barreto e Silva Advogados

Fundada em abril de 2008, a BPG Consultores surgiu a partir da reunião de profissionais dissidentes de renomados escritórios de advocacia na já existente CAS Consultores Associados.

Em função do ingresso desses profissionais, a CAS Consultores Associados, com destacada atuação no mercado de consultoria desde o ano de 2004, passou a denominar-se BPG Consultores visando atender ainda melhor as expectativas de seus clientes.

Nesse mesmo contexto de sempre querer atender melhor nossos clientes foi fundada a Barreto e Silva Advogados que tem como principal objetivo apoiar seus clientes na gestão estratégica das atividades e responsabilidades de natureza empresarial, com ênfase nas áreas do Direito Tributário, Previdenciário e Societário.



Saiba mais